A crise financeira na Globo parece estar longe do fim. Depois de negociar e reduzir salários de grandes estrelas da casa, a emissora agora precisou cortar outros custos para baratear as novelas, eliminando uma série de regalias das estrelas, como manicures e carros com motoristas à disposição. Além disso, os autores foram orientados a trabalhar com elencos mais enxutos e a entregarem capítulos com antecedência, para melhor planejamento das gravações. As informações são do jornalista Daniel Castro, do Notícias da TV.
Outra mordomia cortada pela Globo foram as passagens aéreas e diárias em hotéis chiques. A emissora só pagará o que estiver previamente combinado em contrato, e em quantidade limitada.
Esse corte radical nos gastos se deve a um prejuízo operacional de R$ 530 milhões em 2018. Outro motivo do reajuste é o projeto Uma Só Globo, que unirá a TV aberta com a fechada, também aliada ao serviço de streaming, que terá gastos mais “racionais”.
Ainda segundo Daniel Castro, outra ordem é que os produtores evitem ao máximo as gravações de cenas externas, porque são mais caras. O que for possível ser gravado nos Estúdios Globo, será gravado. E com mão de obra barata.
A área de figuração também foi afetada. A novela Verão 90, por exemplo, estourou o orçamento nesse quesito e agora está tendo que gravar cenas em planos mais fechados e com menos figurantes. A diária dos profissionais era de R$ 80 e agora é de R$ 60.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here