Aos amigos mais próximos, o governador do Maranhão tem dado claras demonstrações de que o melhor candidato do seu partido para a sucessão municipal de São Luís será o seu secretário Rubens Pereira Júnior. Contraditório, ele diz ao mesmo tempo que não terá participação direta no primeiro turno na eleição do ano que vem.

Ao que parece, Flávio Dino vai repetir a tática usada nos dois últimos pleitos na capital, deixando de apoiar quem estiver melhor nas pesquisas, o que acabou dando certo nas eleições de Edivaldo Holanda Júnior.

A preferência por Rubens Júnior e a exoneração da advogada Karen Barros do comando do Procon são claros sinais de que o governador não tem a menor simpatia pela pré-candidatura de Duarte Júnior, que dentro do seu grupo político é o primeiro colocado nas pesquisas realizadas até agora.

Flávio Dino não considera consistente o fato de Duarte Júnior liderar agora a preferência de intenção de votos, ficando apenas atrás de Eduardo Braide, o favorito. Talvez até pense que trata-se de algo parecido com fogo de palha.

Para ganhar e continuar com a prefeitura da capital, o governador vai estimular ao menos cinco candidaturas no seu grupo, sendo as mais prováveis de Bira do Pindaré, Neto Evangelista, Osmar Filho e Helena Dualibe e o seu predileto, Rubens Júnior.  Nomes como o de Astro de Ogum (em campanha desde o ano passado) e Ivaldo Rodrigues não são lembrados por Flávio Dino.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here